Para os homens que mais admiro.

Este é o primeiro dia dos pais do Miguel com o Martin nos braços.

Costumo não dar muita importância para este tipo de data, mas já que ela existe, por que não aproveitá-la?

Decidi fazer deste um dia especial, um dia de agradecimento aos pais, aos homens da nossa família. Martin é um menino de sorte, só tem homens maravilhosos ao redor dele.

Meu marido, Miguel. Te conheci quando ainda éramos adolescentes, você sempre aventureiro, com um coração enorme e os olhos iluminados. Agora te vejo homem, pai, com o peso da responsabilidade nos seus ombros e olheiras de longas horas de trabalho e dias que começam muito mais cedo do que gostaríamos. Eu e Martin agradecemos muito todo o seu esforço e trabalho, fora e, especialmente, dentro de casa. Obrigada por ser presente, ser paciente, amoroso, pelas risadas que só você arranca do nosso bebezuco e por nos colocar sempre em primeiro lugar.

Meu pai, Luciano. Ter você como pai me fez crescer com segurança e independência ao mesmo tempo. Um pai que admiro, que me criou para o mundo e com o seu apoio criei forças para enfrentá-lo de braços abertos, com a vontade de ser cada dia melhor. Com você também aprendi a ser curiosa e aceitar o que é diferente, habilidades essenciais nesta vida. Obrigada, meu pai, por tudo, por estar sempre próximo mesmo que muita vezes fisicamente longe.

Meu padrasto, Gene. Agradeço do fundo do meu coração por você ter entrado e, principalmente, por ter ficado na nossa vida. Sou uma pessoa de sorte por ter ganhado um segundo pai tão amoroso, generoso e carinhoso, que nos abraçou desde o início como sua família. Muito, muito obrigada por cada palavra de apoio, cada abraço apertado, pelos desenhos que você fazia nos nossos aniversários, e por nos fazer uma família internacional e sempre unida. Também agradeço muito por você fazer minha mãe uma mulher feliz, com você vejo ela dar as gargalhadas mais gostosas. Vocês dois me ensinam muito sobre ser casal, juntos me mostram que o amor vale a pena e que supera os mais duros obstáculos.

Meu sogro, Gil. Mil vezes obrigada por ser um paizão para o meu marido. Um pai como poucos são, que dá suporte e força, que tá sempre junto. Obrigada por ser presente, por fazer eu me sentir parte e por ter criado um homem tão incrível, que cuida do nosso Martin com tanto amor.

 

 

 

 

2 comentários Adicione o seu

  1. Denise Prado disse:

    que maravilha ser rodeada de tantos homens amorosos e generosos..

  2. Miguelito disse:

    Sou muito feliz por ser o pai dessa nossa família maravilhosa.
    Te amo muito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s