Dicas para quem vai viajar com bebês e / ou crianças pequenas

Depois de 8 voos nos primeiros 1,5 anos do Martin, eu acredito que vale super a pena encarar esta aventura. Sim, é uma viagem completamente diferente do que você estava acostumado, é mil vezes mais cansativo e difícil, mas é possível. Vai ter momentos que você vai achar que se arrependeu, que queria estar em casa, mas lembra que este sentimento vai passar e você vai curtir muito com o seu filhote, vai curtir estar em um lugar novo, sair da rotina. Vai valer a pena!

Aqui coloco algumas dicas que funcionaram para nós:

Deixe seu filho gastar a maior quantidade de energia possível antes do voo

As companhias aéreas costumam convidar os pais com crianças pequenas a entrar no avião antes dos outros passageiros, mas não vale a pena. Não é fácil entreter crianças no avião, então 20 minutos a menos já fazem diferença e seu filho vai estar mais cansado por ter passado estes minutos andando, ou mesmo por ter ficado em outro ambiente.

Entretenimento

Levar os livros e brinquedos favoritos, lápis e papel para desenhar e iPad com jogos e desenhos (dá para fazer download no Netflix e assistir offline). É bom ter o iPad como última opção, aproveitar primeiro as outras coisas.

Troca de roupa

É importante levar 3-4 trocas de roupa para o bebê, dependendo da duração da sua viagem. É bom estar preparado para o pior, como o bebê se sujar, roupa molhar, a mala não chegar junto com você, etc. E por isso, leve uma camiseta extra para você também.

Canguru

Em todas as nossas viagens nós usamos muito o canguru, no aeroporto, passeando pela cidade, parque, etc. Também é uma ótima opção para fazer o bebê acalmar e dormir. Por estar em um lugar estranho, ficar próximo do corpo da mãe / pai pode ajudar a acalmar. Com o Martin funciona super bem, já cheguei a passar um almoço inteiro com ele dormindo no canguru.

Se o seu bebê ainda for bem pequeno e você não conseguir o berço no avião, vale levar um sling. É uma boa maneira de prender o bebê ao seu corpo, assim quando ele domir você também fecha o olho um pouquinho durante o voo.

Carrinho e cadeira para carro

Se você tiver um bebê conforto que encaixe no carrinho, é o mundo ideal para viajar! Você consegue usar o carrinho até o momento do embarque, vai deixá-lo na porta do avião e não conta como uma mala. É perfeito!

Se for separado, você vai precisar despachar o bebê conforto como bagagem. Além de ser bem chato ter mais uma coisa para carregar. Eu sei bem porque é assim que nós viajamos e, se tiver mais um filho, pretendo fazer diferente. Certeza!

Em alguns lugares é possível alugar um carro já com a cadeirinha, o que pode ajudar. Vale checar!

Panos e Mantas

Panos e mantas se tornam multi uso em viagens de avião, servem para aquecer o bebê e para cobrir o rosto quando estiverem dormindo no avião, no carrinho durante um passeio ou viagem de carro. Uma coisa que me ajuda muito é ficar atenta aos momentos em que vão acender as luzes do avião e, quando o Martin está dormindo, faço uma cabaninha para ele não acordar com a luz no rosto. Para isso, você também pode usar as mantas do avião e usar a sua para cobrir o bebê / criança.

O Martin é super sensível a luz, por isso também costumo levar um pano grande preto, tipo um lençol escuro, para cobrir a janela do quarto, já me salvou muitas vezes.

Tente um acento vazio do seu lado no avião ou o berço, se o seu bebê ainda for pequeno o suficiente

Enquanto o bebê é pequeno é possível pedir um berço para ele em frente ao seu acento. É importante checar com a companhia aérea as dimensões / regras para uso do berço e é necessário reservar. Algumas companhias aéreas cobram uma taxa, pois você terá que sentar no acento que tem mais espaço para as pernas.

Se o seu bebê tiver mais de 1 ano, dificilmente ainda poderá usar o berço, ele vai ter que viajar no seu colo, o que não é nada fácil já que eles estão grandes e vão querer o espaço só para eles. Na nossa última viagem o Martin sentou no acento dele sozinho, todo feliz, ficava em pé e usava o acento como mesa para brincar. É MUITO importante ter este acento vazio, peça para a companhia aérea tentar te ajudar, se não for possível, assim que entrar no avião fale com a equipe de bordo e explique a situação, eles costumam ser bastante compreensivos e ajudam a buscar um acento vazio, trocar acentos, para você ter este conforto extra, que para mim é essencial em voos longos.

Na volta do México para São Paulo eu não consegui o acento vazio na hora do embarque. Quando entramos no avião tinha um acento vazio e a pessoa que estava ao meu lado mudou de lugar para o Martin ter o seu espaço. Se o seu orçamento permitir e você puder comprar um acento e garantir, eu te digo que vale a pena nos voos longos.

Amamentar na decolagem e pouso

Os bebês não conseguem descomprimir o ouvido, por isso é tão importante amamentar nestes dois momentos, para que eles não sintam dor. Também vale dar mamadeira, suco, ou algo para comer.

Berço

Alguns hotéis ou airbnbs podem fornecer berço. Se for o caso do lugar onde vocês vão ficar, ajuda muito! Eu sempre levo o berço portátil do Martin, ele conta como uma bagagem, mas para nós é a única opção, já que normalmente ficamos na casa da nossa família. Outra opção é checar a possibilidade de alugar um berço, dependendo da cidade isso é possível.

Optar por um Airbnb ao invés de hotel

Nós tivemos as duas experiências com o Martin, e o Airbnb foi de longe a melhor opção. É ótimo poder cozinhar em casa ao invés de fazer todas as refeições fora, principalmente se o seu bebê já tiver iniciado a introdução alimentar.

Além da vantagem da alimentação, os pais podem colocar o bebê no quarto para dormir e ficar na sala tranquilos. Quando ficamos em hotel, todos no mesmo quarto, depois que o Martin dormia tínhamos que ficar os dois em silêncio.

Também é ótimo poder lavar roupa! E levar uma quantidade menor de roupas, já que você vai poder lavar com frequencia.

É importante conversar com o dono do Airbnb, explicar que tem um filho pequeno, para garantir que o local não é barulhento e pegar dicas de supermercados / padarias / restaurantes do bairro.

Jet Lag

Nos primeiros dias o seu filho ainda não vai estar no novo horário, é importante respeitar a sua rotina para se organizar com as refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), eles vão sentir fome nos horários em que estão acostumados a comer. Aos poucos se acostumam.

Para mim o que mais ajuda é tentar manter o bebê acordado até o seu novo horário de dormir e evitar sonecas muito próximas da hora de dormir, para ele estar com sono. Este novo horário de dormir pode ser estabelecido de forma gradual, talvez no primeiro dia ele não aguente e durma mais cedo, mas no dia seguinte você tenta segurar um pouco mais e assim vai até entrar na nova rotina.

Na minha última viagem para o México a diferença era de 2 horas a menos, sofri bastante nos primeiros dias lá, com ele acordando super cedo, mas na volta foi incrível. Ele passou 2 semanas acordando as 9 da manhã todos os dias, era um sonho! Aproveitamos muito!

Comidas para o  voo

Não economize na quantidade de comida, é importante estar preparado para possíveis atrasos.

Almoço / Jantar

Uma ótima opção de refeição no voo é a pasta ao molho pesto, que fica gostosa fria. Sanduíches também são uma boa opção, como queijo com tomate ou homus.

Para complementar, você pode levar cenourinhas e pepino já cortados.

Café da manhã / Lanches

Sanduíche de pão integral com geléia e queijo, ou geléia e manteiga de amendoim s/ açúcar são incríveis para o café da manhã. Se você for pegar um voo diurno, vale já preparar os sanduíches na noite anterior para comer no caminho para o aeroporto. Muffins ou bolos integrais também são ótimos.

As frutas secas salvam: uva passa, damasco, maçã, banana, etc. As crianças adoram. Eu indico levar um pacote de banana paraibuna sem açúcar na mala, para você oferecer durante a viagem, e salvar uma para a viagem de volta.

Frutas frescas também são uma boa, gosto de levar blueberries já cortadas. A banana fresca, apesar de ser ótima no dia a dia, no voo pode virar uma meleca geral.

O biscoito de polvilho é um sucesso! Se a viagem for longa, levar um pacote vai ser uma mão na roda. Comida também é brincadeira e distração nesta fase.

Uma outra opção é levar alguns squeezes de fruta, como o da Pic Me (foto abaixo). É óbvio que comida industrializada nunca é a melhor opção, mas esporadicamente, salvam. Também indico levar alguns na mala para te salvar durante a viagem, e na volta.

pure-de-frutas-morango-framboesa-e-maca-100-natural-so-frutas-picme

Comida pronta para os primeiros dias

Levar algumas comidinhas congeladas para os primeiros dias, para você não precisar chegar aflito com a questão da alimentação, sempre nos salva.

Eu estou acostumada a fazer sopa e congelar, então sempre levo a sopa feita em casa em uma bolsa térmica, com gelo reutilizável. A pasta com molho pesto, que sugeri acima, também é uma boa opção de refeição na chegada ao seu destino.

Quando o Martin era mais novo, fazia a mesma coisa com as papinhas. Se não for possível para você cozinhar, indico o Empório da Papinha, tem refeições orgânicas bem interessantes para bebês à partir de 6 meses.

Pegue leve e aproveite de uma nova forma!

Viajar com bebês e / ou crianças pequenas é muito diferente de viajar sozinho, eles cansam muito mais rápido do que nós, precisam de momentos tranquilos durante o dia / sonecas. Por isso, mude a programação, escolha uma ou duas cidades, ficar mudando de casa é complexo. E mesmo assim, não espere conhecer tudo do lugar onde está indo. Opte por uma programação mais tranquila, intercalando programas turísticos com idas ao parque, com algumas horas em casa / hotel brincando antes de um novo passeio. Estas pausas são necessárias para a paz dos pequenos que estão começando a conhecer o mundo!

Espero que a nossa experiência ajude vocês! E se tiverem dicas para compartilhar, vou adorar!

Ah, se tiver alguma outra dúvida especifica, me escreve!

 

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s